Dica de leitura: o autor francófono Guy Delisle

Atualizado: Abr 19

Por Robson Adriano


S’enfuir. Récit d’un Otage

Em fuga: O relato de um refém


O quadrinista canadense Guy Delisle descreve os momentos desesperadores de Christophe André após ter sido sequestrado no meio da noite e levado para um destino desconhecido. O conteúdo narrado por Delisle foi fruto de um dia inteiro de conversa com André. Posteriormente, o quadrinista passou a enviar, periodicamente, entre 10 e 15 páginas ao amigo para seguir com o que vinha produzindo. As publicações prévias, narradas em primeira pessoa, eram sobre impressões dos países em que esteve a trabalho ou acompanhando a esposa. Em S’enfuir, por sua vez, Delisle teve como principal desafio imaginar a situação vivida por sua fonte no cativeiro que durou 111 dias, sem esperança de libertação. Uma história comovente do autor de Pyongyang, Shenzhen, Burmese Chronicles e Jerusalém Chronicles.

Pyongyang, Uma viagem à Coréia do Norte


Em uma outra perspectiva, o autor nos conta sobre a vida na Coreia do Norte. Delisle trabalhou por dois meses na capital do país e produziu a história autobiográfica em quadrinhos Pyongyang, em que assume uma postura crítica e realista em relação a regimes autoritários.

O desenho é simples, mas muito bem sucedido. A história pode ser lida com facilidade, e é sempre feita com um toque de humor. Isso permite minimizar certas situações, o que alivia o sentimento de opressão dessa cidade.

135 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo