“Encre Sympathique” de Patrick Modiano

por Robson Adriano

Um nome de destaque na literatura contemporânea, Patrick Modiano conquistou um número cada vez maior de leitores, graças à sensibilidade com que expulsa os fantasmas de seu passado e ilumina as memórias de sua infância. A publicação de um novo romance de Modiano é sempre repleto de muita expectativa e emoção.


Nascido em 1945 em Boulogne-Billancourt, Patrick Modiano cresceu com sua mãe Louisa Colpeyn (atriz) e seu pai Albert, mas entre a ausência do pai e as viagens de sua mãe, Modiano se aproximava cada vez mais de seu irmão Rudy que morre de leucemia aos dez anos de idade e esse episódio vai marcá-lo profundamente na trajetória como escritor.

Viveu grande parte de sua vida em colégios internos e quando atinge a maioridade, rompe com o pai e mesmo não tão próximo da mãe, ela o proporciona o privilégio de conhecer o grande escritor Raymond Queneau criando assim, laços profundos entre os dois.

Modiano costumava tomar café aos sábados na casa de Queneau que o tinha como filho e o ajudou no lançamento do primeiro romance “ Place de l’Étoile” pela editora Gallimard.

A partir desse momento, Patrick Modiano não pára de escrever, estabelecendo-se como um mestre na paisagem literária francesa. Seu terceiro romance, Boulevards de ceinture, recebe o Grand Prix de roman da Academia Francesa. Quando seu sexto trabalho “Rue des boutiques obscures” foi publicado, seu trabalho completo recebe o Prêmio Goncourt de Literatura.


Além de seus romances, Patrick Modiano também escreveu roteiros para cinema, como Lacombe Lucien com Louis Malle e assinou um álbum de músicas com Hughes de Courson, no qual cantam Françoise Hardy e Régine.




Resumo do romance de Modiano “Encre Sympathique”



Encre Sympathique, um romance que resume bem os temas de trabalho do escritor que se renova sem abandonar seus princípios.

A obra é acima de tudo um reflexo na memória, no “vazio” de nossa existência. Um lembrete de que talvez não seja necessário lembrar de tudo.

É também um belo exercício de estilo, no qual Modiano nos lembra que sempre permanecerá fiel a si mesmo.

“E entre todas essas páginas em branco e vazias, eu não conseguia tirar os olhos da frase que cada vez me surpreendia quando folheava a agenda: “ Se eu soubesse…”

Parecia uma voz quebrando o silêncio, alguém “ aquele que gostaria de lhe contar uma coisa, mas desistiu ou não teve tempo”...


As obra do autor está disponível na plataforma Culturethèque.


Patrick Modiano évoque "Encre sympathique" : "Retrouver, c'est le mouvement de mes livres"


0 visualização
comoChegar.png

Aliança Francesa de Brasília • 3262-7600 
Asa Sul - SEPS 708/907 lote A
 

Devido às recomendações sanitárias em relação ao Coronavírus (COVID–19) e conforme orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde, do Centro de Controle de Doenças (CDC) e outros órgãos de governo, para preservar a saúde dos nossos funcionários e garantir a continuidade do trabalho feito pela AF, as atividades da Aliança Francesa de Brasília serão feitas em home office a partir do dia 19/03.
Atendimento via telefone e redes sociais de segunda a sexta, de 9h às 17h.

Receba a nossa newsletter

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube