Morre aos 92 anos o desenhista Albert Uderzo, conhecido no mundo inteiro por dar vida ao Astérix

Atualizado: Abr 19

por Robson Adriano - Midiateca

Albert Uderzo morreu dormindo em sua casa, em Neuilly-sur-Seine, na região parisiense, de um ataque cardíaco não relacionado ao novo coronavírus.


Em 1959, com René Goscinny, Albert Uderzo criou as aventuras do gaulês de bigode loiro, um personagem culturalmente importante em nível internacional. Desde a criação, os álbuns de “Astérix” venderam 380 milhões de cópias em 111 idiomas.


Foram lançados 35 álbuns, um dos quais é uma compilação de histórias curtas. Astérix também inspirou 13 adaptações para cinema, 9 de animação e 4 de live action. Dos filmes adaptados, temos Astérix e Obélix contra César, Missão Cleópatra e Astérix e Obélix nos jogos Olímpicos, interpretados por grandes atores e atrizes como Gérard Depardieu, Roberto Benigni, Laetitia Casta, Jamel Debbouze, entre outros. A filha de Vercingétorix foi dirigido por Jean-Yves Ferri e Didier Conrad, e lançado em outubro de 2019, para celebrar o 60º aniversário da primeira edição.

A Midiateca da Aliança Francesa de Brasília está repleta de quadrinhos desse artista. Nessa quarentena, que tal atualizar o seu repertório de histórias?







115 visualizações0 comentário